Depressão nos idosos - como ajudar os mais velhos a superarem esse problema silencioso em meio a pandemia do Covid-19? - Agerip – Associação Residencial

Depressão nos idosos - como ajudar os mais velhos a superarem esse problema silencioso em meio a pandemia do Covid-19?



O bem-estar mental dos mais velhos não pode ser negligenciado, principalmente agora, em meio à pandemia pelo coronavírus (Covid-19).

 

O isolamento social é fundamental para diminuir a propagação do coronavírus e também para resguardar a população idosa, considerada um grupo de maior risco. Mas tanto tempo em isolamento social tem aumentado significativamente os relatos de ansiedade e depressão em pessoas de todas as idades, incluindo os idosos.

 

Enquanto esperamos por uma vacina capaz de nos imunizar contra o vírus Sars-CoV-2, o distanciamento social tornou-se a nossa maior proteção, mas não isento de efeitos colaterais que precisam ser considerados.

 

O isolamento que estamos vivendo desperta sentimentos como solidão, estresse, ansiedade, tristeza e depressão. De acordo com o Centro de Prevenção e Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC), tais condições são esperadas durante um surto de doença infecciosa, como temos vivido com a Covid-19.

 

No caso dos idosos, além de serem um dos grandes grupos de risco, a quarentena influencia em sentimentos de preocupação ainda maiores, medo por si e pelos familiares, sono e apetite alterados, e queda de imunidade, favorecendo inclusive o agravamento de problemas crônicos de saúde como diabetes, hipertensão e doenças cardiovasculares, além de problemas de ordem psicológica, como a depressão.

 

A depressão em idosos é um problema comum, mas com o agravante de ser um pouco mais difícil de identificar. Ao contrário de muitos jovens que apresentam a depressão com sintomas bem específicos e mais intensos, na terceira idade a manifestação da doença ocorre de forma diferente.

 

Diferentemente do jovem ou adulto, o idoso não vai se queixar de tristeza ou falta de prazer em fazer as coisas. Os idosos deprimidos e até ansiosos costumam reclamar de dor física e problemas de memória, além de dificuldades de comer e dormir.

 

O que fazer para lidar com essa situação?

Se informar sobre o Covid-19 através de jornais e TV é correto, mas é preciso também mudar um pouco o foco no problema da pandemia e encontrar um refúgio para a mente e para o coração.

Fazer uma boa leitura, ver um bom filme, criar uma nova receita culinária, cuidar do jardim e dos animais domésticos, trocar mensagens pelo celular e conversar com familiares pelo telefone podem ser algumas formas de aliviar a tensão e o medo.

 

Procurar se conectar com a espiritualidade também é uma boa maneira de passar por momentos difíceis como esses que estamos vivendo. Momentos de conexão com a sua fé fazem muito bem e são uma boa maneira de manter nossa saúde emocional.

 

Mas se a depressão já estiver evoluído, o mais indicado é realmente buscar ajuda médica. Para os idosos, precisamos passar uma mensagem em particular: aceite ajuda! E se você tem idosos na família, cuide bem deles para que se sintam menos temerosos e tenham o apoio necessário em casos de depressão e ansiedade!

 

Confira as orientações que a psicóloga aqui na Agerip, Patrícia Alves da Silva, nos dá, para que os idosos tenham menos chances de desenvolver a depressão durante este período de isolamento social decorrente da pandemia por Covid-19:

 

• Entender que esta situação teve começo, tem meio e fim, ela não ficará para sempre em nossas vidas;

• Aproveitar o tempo para refletir no que quer se tornar quando tudo isso passar;

• Lembrar que os filhos e netos são capazes de se protegerem e se tornarem mais resilientes neste período;

• Que todas as crises também nos ensinam a criar e incentivam a criatividade, o mundo já passou por outras crises e se refez;

• Não estamos sozinhos, sempre há alguém com quem contar, uma palavra, um gesto de carinho e um sorriso.

 

Porém, se surgirem sintomas mais preocupantes, será preciso medidas mais efetivas.  A depressão deve ser avaliada por um médico, de preferência um psiquiatra e psicólogo, é necessário avaliar em que estágio a depressão se encontra, podendo variar entre leve, moderada ou grave.

 

Na depressão leve, geralmente os sintomas são tristeza persistente, queda de energia, desinteresse por algumas atividades, problemas de memória e dores físicas crônicas também podem se agravar.

 

Na moderada, sente-se além dos sintomas citados acima, irritabilidade, angústia, baixa estima, pessimismo;

 

Já na depressão grave, sentimentos de impotência, falta de concentração, insônia, isolamento, distúrbios alimentares e pensamentos de morte são mais presentes.

 

Os fatores de risco são histórico familiar, transtornos mentais correlatos, estresse, ansiedade, disfunções hormonais, ambientes hostis, traumas físicos ou psicológicos.

 

A necessidade de uma avaliação psicológica e médica é muito importante, para o tratamento. Os familiares e amigos precisam ser presentes no apoio e ajudar neste processo.

 

POSTS RECENTES

Depressão nos idosos - como ajudar os mais velhos a superarem...
Depressão nos idosos - como ajudar os mais velhos a superarem...
O bem-estar mental dos mais velhos não pode ser negligenciado, principalmente agora, em meio à...

Leia mais
Cuidados com a saúde no Outono
Cuidados com a saúde no Outono
Estamos no Outono desde o dia 20 de março e, com a epidemia do coronavírus que acometeu todo o...

Leia mais
Cuidados contra o COVID-19 - Agerip é tema de reportagem da...
Cuidados contra o COVID-19 - Agerip é tema de reportagem da...
Veja abaixo a reportagem da Rede Record sobre todos os cuidados que estão sendo tomados aqui na...

Leia mais
O Verão chegou - saiba como se cuidar na estação mais quente...
O Verão chegou - saiba como se cuidar na estação mais quente...
Confira informações da Agerip para manter a qualidade de vida no período de altas temperaturas e...

Leia mais
A MÚSICA QUE NOS FAZ VIVER BEM!
A MÚSICA QUE NOS FAZ VIVER BEM!
Quem canta seus males espanta!!! Isso mesmo, a música faz bem para a vida, para o corpo e para...

Leia mais
19 de novembro - Dia da Bandeira
19 de novembro - Dia da Bandeira
Salve lindo pendão da esperança! Salve simbolo Augusto da paz! Esperança e Paz, palavras do hino...

Leia mais
Alimentação para envelhecer com saúde - AGERIP
Alimentação para envelhecer com saúde - AGERIP
O cuidado com a alimentação é um assunto recorrente em todas as fases da vida. No entanto, com o...

Leia mais